Acabe de vez com suor e chulé no pé

Chega de perder tempo com soluções que não funcionam. O suor nos pés é um problema que não pode ser tratado em qualquer drogaria ou supermercado.

O suor vem acompanhado de mau odor, o famoso chulé. Então vamos dar dicas de como combater o suor excessivo e consequentemente o fedor. Nada de receitas caseiras bizarras que só trazem constrangimento e não funcionam.

Existem soluções como o Rexona Efficient. O produto não é ruim, mas não trata os casos de hiperidrose plantar, que é o suor excessivo nos pés. A fórmula é fraca, indicada para casos leves. Felizmente, existe um produto que trata o suor excessivo nos pés, o mau cheiro e mantém o pé seco e sem chulé.

Onde comprar a fórmula do chulé? Clique no link abaixo e compre online:

botao-eficacia

Fórmula do chulé

suor-chule-pe

A fórmula do chulé parece um produto milagroso, né? Não! Nada mais é que uma fórmula manipulada que combina quatro ingredientes indispensáveis para combater o chulé e o suor.

Cloridróxido de alumínio: Esse ingrediente tem poder antitranspirante. Ele vai combater a transpiração excessiva no pé, ou seja, diminuindo ou até eliminando o suor na região.

Talco: Vai manter os pés secos e a umidade longe.

Cânfora: Refrescante e ação contra dor.

Irgasan: Um antisséptico que combate a proliferação de microrganismo e infecções que causam o chulé.

Como usar?

Essa fórmula nada mais é que um remédio contra chulé. Para usar esse medicamento é muito simples. Use sempre antes de calçar qualquer calçado ou meia.

Modo de uso:

  • Lave os pés com sabonete com triclosan (preferência) .
  • Seque bem os pés
  • Aplique o produto e espere secar
  • Após estar seco, pode usar meia ou sapato normalmente.

O ideal é usar meias novas e jogar todas as outras fora. O mesmo digo dos calçados que já apresentam chulé ou mau cheiro. Se não for possível, deixe de molho no desinfetante Pinho Sol por 24 horas e depois lave normalmente.

Qualquer dúvida sobre o produto podem perguntar nos comentários.

Seja o primeiro a comentar

Escreva sua pergunta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *